Face-logo2             logo-youtube-semfundo   

banner-siteaquarius

D-Limoneno e a Prevenção do Câncer


 O D-LIMONENO E A PREVENÇÃO DO CÂNCER
 

Conceição Trucom é química, cientista, palestrante e escritora. Publicou o livro O Poder de Cura do Limão. Descobriu  o  valor terapêutico do limão pesquisando em publicações científicas e na medicina Ayurvédica.

                           O consumo regular e diário do limão é profilático e um verdadeiro elixir da longa vida.

O processo do metabolismo catabólico da alimentação (quebra dos alimentos até suas unidades básicas de nutrição e posterior eliminação dos excretos) repetidamente inadequada é responsável por muitas enfermidades e suas manifestações, entre elas, a acidez sanguínea e o artritismo.

Uma vida estressante, sedentária e extremamente intoxicada resulta em enfermidades orgânicas e funcionais. Para impedir que o organismo chegue à doença, necessitamos alcalinizar o nosso sangue, fazendo com que o organismo libere facilmente os resíduos tóxicos e ácidos. Esses resíduos tóxicos funcionam como verdadeiros escudos, dificultando inclusive o sucesso dos tratamentos de cura e das terapias alternativas.

Estudos prolongados constataram que o uso regular do limão estimula a produção de carbonatos e bicarbonatos salinos no organismo, promovendo a neutralização da acidez dos líquidos corporais.

Apesar de, no estado livre, o limão ter como princípio ativo o poderoso ácido cítrico, este, em contato com o meio celular no interior do organismo, é oxidado e complexado durante a digestão e comporta-se como um alcalinizante suave, ou seja, neutralizante da acidez interna.

Um alimento mágico! Ao mesmo tempo que contribui eficazmente para o funcionamento normal do metabolismo de eliminação (mobilização = depuração = purificação), também é fundamental no processo assimilativo de todos os órgãos do corpo, como por exemplo, na fixação do cálcio e do ferro.

Recomendações:
1. Qualquer tratamento está baseado no suco puro e fresco dos limões, sem a presença de açúcar, que é um alimento que acidifica e intoxica o sangue, sendo totalmente incompatível.

2. Melhor se preparado na centrífuga ou no liquidificador. Isto porque incluirá a pectina, aquela parte branca presente na entrecasca. Coloque o primeiro limão inteiro. Na centrífuga já sai coado, no liquidificador você precisará peneirar.

3. Não espere mais do que 5 min para beber o suco.

4. Ao final, lave muito bem as mãos para evitar que a exposição ao sol ocasione manchas e queimaduras e procure bochechar a boca com água, para que a acidez ativa do limão não ataque o esmalte dos dentes. Por isso, sugerirmos ingerir o suco com canudo!

Informações sobre a Composição e as Propriedades do Limão.


Como o d-limoneno age no sentido de prevenir o câncer?

Segundo estudos do St. Radboud Hospital, na Holanda, o d-limoneno age aumentando a atividade de uma enzima desintoxicante – a Glutationa S-Transferase – GST, que tem como finção desativar agentes desencadeadores do câncer. Aumentando os níveis de atividade desta enzima. Maior a capacidade do corpo em desintoxicar-se, portanto, prevenir e tratar o câncer.

O d-limoneno também age induzindo a morte natural das células cancerosas e/ou inibindo seu crescimento celular. Estudos da Universidade de Purdue, EUA, com ratos, demonstram que a quimioterapia com o uso de monoterpenos como o d-limoneno resulta numa rediferenciação dos tumores malignos em um fenótipo mais benigno.


No Departamento de Oncologia da Universidade de Wisconsin-Madison, EUA, verificou-se que o d-limoneno tem uma ação preventiva na indução da formação do câncer mamário. No Centro Médico de Osaka, no Japão, verificou-se que ele inibe a formação de células cancerosas no pâncreas.

Os óleos essenciais cítricos (extraídos da casca), são a maior fonte natural de d-limoneno, portanto recursos favoráveis no tratamento de vários tipos de câncer.
A dosagem preventiva de d-limoneno é o consumo diário de dois limões, polpa e casca, que podem ser diluídos com outras frutas, folhas e raízes, como no preparo de sucos desintoxicantes.

A Energia Eletrizante do Limão x A Vulnerabilidade do Câncer

O médico oncologista Carl Simonton (www.simontoncenter.com) nos informa de que a ideia de que o câncer devora vorazmente todo o corpo da vítima é totalmente errada. Células cancerígenas são tão frágeis que é quase impossível cultivá-las num tubo de ensaio. Se isso finalmente acontece, e o cientista acrescenta no recipiente glóbulos brancos, nunca se vê as células cancerígenas atacarem este glóbulos, ao contrário, são eles que iniciam imediatamente o ataque.

Isso quer dizer que um tumor somente consegue alastrar-se num corpo sob condições específicas, as quais são criadas principalmente por emoções destrutivas, como raiva, medo, desesperança. Médicos psiconeuroimunologistas sabem que estados psicológicos negativos ataquem o sistema imunológico através destes “mensageiros”, ou seja, as toxinas.

A acidez no sangue está relacionada a pensamentos e emoções “ácidos”. Ao descobrir que se está com câncer, e que estas células são vulneráveis, nosso primeiro passo seria acabar com as emoções enganadas cultivadas a respeito desta doença. Neste caso, o limão com sua propriedade de alcalinizar o sangue, irá favorecer no desarme das emoções negativas. Note que na Aromaterapia, o óleo essencial do limão, é usado justamente para provocar maior contatos com as emoções internas e a alegria de viver.

Este texto faz parte do livro O Poder de Cura do Limão (www.docelimao.com.br) - Um Guia de Medicina Caseira, de Conceição Trucom - Editora Alaúde, onde você vai encontrar a descrição completa de todos os componentes do limão, como também as formas de prevenir e tratar a saúde com o seu uso diário. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Atenção: Não se auto medique. Este texto é para esclarecer. Entretanto, as dosagens, quantidades, horário, frequência e demais explicações do correto uso do limão é que darão a possibilidade de sucesso nos tratamentos de prevenção e cura. Como qualquer medicamento, o poder de cura do limão não está num uso esporádico e inadequado, mas no seu uso correto e freqüente. Conceição Trucom.


Segundo Rüdiger Dahlke - "A Doença como Linguagem da Alma” - Ed. Cultrix, pode haver um padrão de personalidade típica recorrente entre os que desenvolvem câncer.

Em sua maioria são pessoas extremamente adaptadas que tendem a viver de maneira mais despercebida possível, adequando-se as normas e procurando não incomodar com suas exigências. Muitas delas ignoram os desafios para crescer espiritualmente e para buscar o desenvolvimento anímico, já que de maneira alguma querem se expor. Por uma lado suas vidas são pouco estimulantes, por outro, procuram ignorar os poucos estímulos que rompem sua couraça defensiva. Acreditam que assim fazendo, não estarão interrompendo a atividade defensiva de seu corpo. Em geral, sempre sufocaram impulsos de crescimento pessoal, por isso, num dado momento estão com uma alta dívida para consigo mesmos.

De uma hora para a outra, estas pessoas pacatas exigem que o mundo passe a girar ao seu redor, tendo um diagnóstico como álibi. Agora, elas se atrevem a “virar a mesa”.   O câncer acaba levando-as a enfrentar a vida abertamente, tendo que reconstruir uma nova defesa e um novo comportamento. Por isso, todo e qualquer tratamento de câncer envolve uma nova relação com o fluxo da vida.


Ingerir o suco de limão no formato sugerido acima, ou nas receitas de Conceição Trucom, representa uma nova forma de nos relacionarmos com o fluxo da vida. Afinal, somos um ser único, físico, mental, emocional e espiritual. Cada atitude que temos gera uma vibração. Aqui, neste caso, a energia gerada é a de que nós estamos no controle da nossa vida.

Interessante, não?!
Os motivos pelos quais estas pesquisas de interesse da comunidade em geral não são divulgadas, você sabe já imagina, não?! Continuemos pesquisando...
 

 

 

Inscreva-se em nosso Canal no Youtube. Mais de 300 entrevistas!

1youtubee